As 13 Melhores Práticas de SEO Para Estruturar URLs

Saudações caro leitor, e bem vindo a mais uma postagem. Essa semana nós iremos falar sobre as 13 melhores práticas para estruturar suas URLs para melhorar seu SEO. Se você está lendo este artigo, é porque já sabe que o seu URL é um fator importante para o seu ranqueamento. Mas caro leitor, vamos olhar para essa lista de uma forma do tipo “seria bom se fizéssemos isto” e não “se eu não fizer estou fadado ao fracasse”. Os motores de busca vem lidando com várias mudanças ao longo do tempo e com desafios técnicos, mas em questão de SEO, se facilitar para eles e para o público, seus ganhos vão ser muito bons.

Bom, sem mais delongas, vamos as dicas:

1 – Palavras-chave nas URL é uma ótima ideia

As palavras-chaves no URL é um ótimo jeito de subir no ranking, e essa ainda é uma crença muito válida e sólida.

Primeiro, são uma ótima ajuda para as pessoas conseguirem a chegar em seu site, seja através de email, mídia social ou até mesmo se forem conduzidas a clicar em um link para obter aquilo que querem ou esperam ter.

Segundo, URLs são copiadas com frequência, o bom e velho CTRL+C e CTRL+V. Então, quando não há presença de texto âncora no link, a URL assume este papel.

Terceiro, se você utiliza palavras-chaves nas URLs, por meio de pesquisas realizadas pelo Google, tudo indica que é um jeito mais proeminente considerado pelo público no momento de escolha de um site.

2 – Quanto melhor a leitura, melhor os resultados

Quando o público vai procurar algo, ele não vai ficar tentando decifrar alguma coisa que você está tentando dizer. Então amigo, seja claro. Quanto mais fácil a URL é lida por nós, mais fácil ainda pelos motores de busca.

A praticidade sempre fez parte do SEO, ainda mais agora, em que as ferramentas de busca, podem prover ao usuário o que ele deseja ou não, em modo avançado.

O que estou querendo dizer aqui é, cada aspecto da URL deve ser claro, afim de ser facilmente compreendido, para que possa atingir o objetivo de trazer maior tráfego para seu site e assim trazer maiores ganhos para você.

3 – Várias URLs com o mesmo conteúdo? Canonicalize já!

Se você possui duas URLs que possuem o mesmo conteúdo, fique tranquilo, não há problema, considere em usar o “canonicals” ou um “301 redirect.”

Conteúdo duplicado no seu próprio site, não é falta grave, mas pode prejudicar seu tráfego por dividir a autoridade de um conteúdo em duas ou mais páginas. Então, sempre una o conteúdo, pois as chances de aumentar seu tráfego, são bem maiores.

4 – Exclua parâmetros dinâmicos quando possível

Se você puder evitar o uso de parâmetros de URL, evite amigo. Se possui mais de um, invista para reescrevê-los.

Algumas plataformas CMS já se tornaram, protegidas com relação a isso.

Existem dinâmicas que são usadas para ratrear cliques, e não irá causar um problema grande, porém suas URLs vão ficar desagradáveis e estranhamente longas.

5 – Curto é melhor que longo

Não é uma regra, mas recomendamos que uma URL curta é muito mais aceitável. Se sua URL tiver entre 50-60 palavras, pode ficar relaxado, você está bem. Porém, se tiver mais de 100 palavras, é hora de refazê-la. Uma URL muito longa, não é uma boa ideia.

6 – Na maior parte do tempo, adequem os URLs com os títulos das páginas

Você não precisa criar uma URL perfeitamente igual ao titulo da pagina, mas pode se aproximar o máximo possível. Um exemplo: Curso Para o Treino de Cachorros.

Aprendamais.com.br/curso-para-treino-cachorros

7 – Certas palavras não são necessárias

Bom, algumas palavras irão apenas ocupar espaço e podem prejudicar a estética da sua URL. Não é que eu estou falando para você excluí-las, mas lembre-se, URLs grandes não são bem vistas, já URLs práticas e menores, são muito mais aceitas pelo público.

8 – Remover/Controlar caracteres que não são muito utilizados

Além de serem pouco utilizados, esses caracteres(#,$,%,¨), podem tornar a busca pelo seu site muito complicada. Então, se quiser usar, controle ao máximo, ou remova-os, uma vez que é o mais recomendado.

9 – Limite os pulos de redirecionamento para dois ou menos

Se um usuário ou crawler, clica em URL A, que o envia para URL B que em seguida o envia para C, não se preocupe, está tudo dentro dos conformes. Mas, se a URL, redireciona para mais de dois pulos, então é hora de você reavaliar a situação.

Os motores de busca não recomendam tal prática e isso faz com que os usuários possam perder o interesse em seu website.

10 – Poucos Folders, é muito melhor

O que são folders? Folders são aquelas barras (/), e a utilização de poucos folders, transmite a ideia que seu site não é tão profundo. Não prejudica o site e só melhora a estética.

11 – Tenha cuidado com caixa alta e caixa baixa

Se você utilizar hosting em um servidor Windows Microsoft/IIS, você está a salvo disso. Mas, se você utiliza IOS Linux/UNIX, você pode ter problemas com isso, então fique atento.

O que quero dizer aqui é: seudominio.com/abc, seria uma página diferente de seudominio.com/AbC

12 – Hífens e Underlines são os separadores de palavras preferíveis

No universo do SEO a utilização de Hífens foi sempre recomendada ao contrário de Underlines. Mas recentemente isso não é mais um problema, então não se preocupe, use qual você considerar melhor.

13 – Muitas palavras-chaves e a repetição delas são inúteis e podem deixar seu site repetitivo

Nada mais chato do que repetição, não é? Então, imagine isso nas palavras-chaves do seu URL? Certamente não irá ajudar a ranquear melhor, não se iluda, Google e Bing já passaram dessa fase.